Resenhando: A verdade sobre nós – Amanda Grace

Querida leitora,

Eu já me apaixonei por um professor. É sério. Se eu souber contar do jeito certo, a história até vai parecer bonitinha. Estava na escola e de repente a minha professora não veio, mandou um outro em seu lugar. Um cara de camiseta de herói, alto, extremamente branco e de óculos. Clássico. Depois de alguns meses de conversas, encontros casuais pela cidade, me vi completamente apaixonada. Até que então ele realmente começou a dar aulas na minha escola e então agora eu tinha um problema. Ele era inteligente, sagaz e fofo. Um perigo para cancerianas. A gente conversava todos os dias, mais e mais. Até que um dia, eu tive o meu primeiro beijo com ele. Agora lembrando, foi bem esquisito. Tão rápido como começou, foi o jeito que acabou. Quando dei por mim estava no fim, mas tinha ali uma história para a vida inteira: fiquei com o meu professor.

Madelyn é uma menina super desenvolvida de 16 anos, que participa de um projeto de aceleração. Ao invés de cursar o ensino médio regular, Madelyn cursa as matérias comuns em uma faculdade. E em um belo dia, caminhando por aí, ela conhece Bennet. Um cara de quase 30 anos, professor de ciências na faculdade e pai de um cachorro chamado Lorde Voldemort(!!). Como toda adolescente normal de 16 anos, Madelyn começou a forçar pelos encontros espontaneamente planejados e aos poucos foram se conhecendo. Ela, metida a conhecedora superficial dos anos 80, atrai a atenção do professor com suas blusas do Nirvana. E ele, todo recatado, se deixa levar pela boa companhia. Só que Bennet todo inocente não sabe que a Madelyn participa do projeto de jovens talentos e que na verdade ela é uma aluna do ensino médio. A relação deles pode ser considerada criminosa e aí que está a trama do livro.

O enredo é muito bem desenvolvido em forma de cartas e flashbacks, toda essa relação de amor proibido te prende porque provavelmente você:  a) já foi apaixonada por um professor  b) já foi apaixonada por um professor c) já foi apaixonada por um professor. É um livro com poucos personagens, que te faz grudar ainda mais na história do jovem casal e não te faz viajar tanto assim. Essa inclusive poderia ser a história de uma prima distante.

A parte mais sensacional do livro é quando acontece o maior problema da história e a personagem até então toda ‘sou madura’, ‘sou a adulta’ mostra a sua verdadeira idade e mentalidade(que é de adolescente, né?!). Vale a pena dedicar um dia de leitura para esse livro, principalmente se assim como eu, você já foi uma Maria Giz.

No conceito MEC de livros legais que Andreza já leu, esse livro tem nota: 8.

 

 

Anúncios

4 comentários sobre “Resenhando: A verdade sobre nós – Amanda Grace

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s